• ]
 

O CRIATÓRIO
Minha história com o curió começa no ano de 1993.
Ainda jovem, criança, morava em Uruana-GO criava belgas e quando estava passando por uma casa, escutei o canto de curió e despertou em mim um interesse nesse exato momento.
A partir de então, comecei a procurar pessoas que criavam curió. Conheci um amigo, do qual sinto imensa saudade, chamado Pimpão, quem me dispôs o meu primeiro curió.
Desde então, criava belgas e este único curió.
No entanto, a paixão pelo curió foi falando mais alto e fui aos poucos me desfazendo dos belgas.
Comecei a adquirir outros curiós.
De 1993 até 2001, foram muitas "catiras", adquirindo curiós bons e ruins, de cantos regionais, a maioria deles de canto curto, sendo poucos os que repetiam.
Em 2001, mudei para a cidade de Rio Verde-GO, onde moro atualmente e trouxe alguns curiós comigo.
Chegando em Rio Verde, sem conhecer ninguém, fui até uma loja para comprar algumas roupas. Quando cheguei a esta loja, escutei um curió cantando e pensei que era um CD. Foi aí que eu conheci o melhor curió de canto Praia Grande Clássico, chamado Talismã, de propriedade do Sr. Adelmison.
Este foi o primeiro passarinheiro que conheci nesta cidade.
Ele me apresentou para os outros passarinheiros.
A partir daí, comecei a criar curió de fibra, permanecendo neste ramo até 2010.
Cansado de viagens e muitos gastos, comecei a criar curió de canto praia grande clássico.
Novato neste ramo, tive que estudar muito, buscando genéticas com resultados.
Encartei vários pardos de diversos criatórios, o que despertou meu interesse pela criação.
Finalmente, em setembro de 2013, iniciei a formação de um pequeno plantel, com o intuito de criar e encartar meus próprios pássaros.
Atualmente, o plantel do Criatório Rio do Vale acompanha as principais genéticas com resultados no Brasil, com canto praia grande clássico: Big Ben, Euros, Soberano, Prorrogação, Matuto, Guardião, Regente, Diamante, Bugrinho, Xodó, dentre outros.

 
 
www.criatorioriodovale.com.br - 2019 - Desenvolvimento: